Rádio Paiquerê 91,7 vai para o Digital

Emissora cruza dados offline e on-line fornecidos pela Plataforma Nextdial Intelligence para estratégias de conteúdo e monetização.

Do AM para o FM + WEB

A Rádio Paiquerê 91,7, de Londrina-PR, em apenas dois anos já colheu bons resultados com a mudança para o FM e para o Digital. Um aumento comprovado em sua audiência em até 800% no dial e picos expressivos nos meios digitais.

A pesquisa comparativa da programação no FM é feita por método recall quantitativo trimestral de campo. Para realizar a auditoria da audiência on-line real a partir do seu portal web e aplicativo mobile, a emissora contratou a plataforma Nextdial Intelligence. A partir desses dados descobriu-se uma rentabilidade por ouvinte até 400% maior nos canais digitais quando comparado com os obtidos no dial.

A migração e digitalização foi realizada após mais de seis décadas da inauguração da sua programação no dial e teve início em 2018 quando ainda estava no AM. A migração suspendeu o projeto de digitalização, atrasando-o por um ano, que se concretizou em 2020.

Sendo uma rádio do interior do Paraná, com um público bem específico acostumado com sua programação AM, o pensamento da mudança para o FM e para o digital era manter a tradição das ondas curtas para garantir a fidelidade do público da região, formada por 25 municípios e com uma população que ultrapassa 1 milhão e 100 mil habitantes. O resultado foi a criação de uma programação  combinando música, entretenimento e jornalismo, diferente das atuais FMs no mercado, o que está sendo mantido no digital”, comenta o diretor artístico da emissora, Bruno Cardial.

“Mantivemos características importantes de comunicação popular e formação da cidadania na programação da emissora, o que segurou nossos ouvintes antigos do AM e trouxe novos ouvintes agora no FM. Estamos conseguindo entregar uma ampla variedade de conteúdo informativo e realizar campanhas que o rádio linear no dial não permitia. Com isso, já conseguimos ampliar a nossa abrangência e com modelos onde a rádio tradicional não buscava antes. Mas, quando falamos em digital, para faturarmos neste meio temos que entregar os números reais de impacto e audiência para as agências e para os anunciantes, e a plataforma da Nextdial nos dá esses números”, afirma ele.

Os primeiros resultados apurados pela Rádio Paiquerê, por meio da medição realizada pela plataforma Nextdial, e que servem de exemplo de como o digital está sendo benéfico para a emissora estão relacionados às últimas eleições municipais, para prefeitos e vereadores.

Na sua página no Facebook, a emissora possui mais de 37 mil e 800 seguidores, no Youtube mais de 10 mil inscritos acompanham as suas transmissões dos jogos do campeonato de futebol da Série A do Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil, Eliminatória da Copa do Mundo, e as partidas do Londrina  Esporte Clube na Série C do Campeonato Brasileiro. No streaming - somando os números do aplicativo e sua página web -, a emissora possui quase 60 mil ouvintes. "Ou seja, um de cada 10 ouvintes da rádio 1 está nos ouvindo pela Internet", afirma Bruno Cardial. “O número pode parecer menor no online, mas ao dividir o custo por clique, essa proporção se inverte. O ouvinte on-line vale mais para meu cliente e faz a rádio faturar mais por mês”.

No primeiro turno das eleições, mais de 1 milhão de ouvintes buscaram informações sobre a apuração e resultados do seu voto no Portal Paiquerê. A emissora teve acesso de ouvintes em 6 dos 7 continentes, com exceção apenas da Antártida. A emissora registrou aumento de 528% em comparação à média com os 10 domingos anteriores no horário das 16h à meia-noite do dia 15 de novembro,  (horário de acompanhamento da apuração dos votos) e . Quando a emissora transmite futebol, os números também são capazes de mostrar a evolução da audiência em comparação com o dial, e a audiência chega a ser 552% maior.

“Mais que o aumento da audiência, conseguimos com a plataforma Nextdial identificar o número exato de ouvintes conectados no nosso portal, aplicativo e agregadores, além de saber como ele consome o conteúdo da emissora, onde está e o potencial comercial com ele. Estas informações são importantes para a Rádio Paiquerê 91,7 elaborar melhores estratégias artísticas e comerciais e elevar a monetização, coisa que o dial não permite”, comenta Bruno Cardial.

A nova jornada: a Era do Dados

Quem vive o mundo do Rádio sabe que, ao longo dos anos, o AM foi ficando defasado, perdendo mercado para o FM e que é enorme a diferença na qualidade do som e no alcance entre ambas as frequências. A ideia de levar a emissora, ainda na época do AM, para a Internet levou em conta as infinitas possibilidades que o ambiente poderia proporcionar, desde aumento da audiência, conquista de novos públicos, oferecer aos ouvintes a capacidade de ouvir a rádio em quaisquer dispositivos digitais, principalmente o celular, o principal meio de acesso do mundo digital.

Da rádio no dial tradicional, o anunciante quer saber quantos ouvintes ele consegue impactar, ou seja, qual o volume de clientes que recebeu a mensagem de seu anúncio, porque a rádio tradicional no dial é um veículo de massa. No digital, a coisa muda: o patrocinador quer saber quem é o ouvinte, o seu perfil, onde mora, quantas vezes ele foi impactado. Para dar esta informação, eu necessito de tecnologia.

A Plataforma Nextdial é a referência para auditoria e gestão da audiência das rádios no mundo digital e atua como a principal ferramenta de apoio a monetização de todo ecossistema de aplicativos móveis e web, oficiais, de terceiros e agregadores.


Confira também: